Menu

ÁREAS DE ATUAÇÃO







ÁREAS DE ATUAÇÃO:

* PESQUISA

O LIM56 possui uma produção científica direcionada a pesquisa de doenças dermatológicas e das imunodeficiências primárias e secundárias, como também de modelos experimentais para elucidar mecanismos patológicos e promover o desenvolvimento de exames diagnósticos e terapias experimentais para tais enfermidades.

* ENSINO

O LIM56 é campo de formação teórica e prática para pesquisadores e profissionais da saúde que atuam no diagnóstico e assistência de doenças dermatológicas e das imunodeficiências primárias e secundárias.

* DIAGNÓSTICO

O LIM56 é um laboratório especializado na realização de exames diagnósticos de distúrbios imunológicos. Atendemos pacientes acometidos por imunodeficiências primárias e secundárias proveniente dos ambulatórios e enfermarias de hospitais e centros de atendimento da rede pública e privada do território nacional.

A Direção do LIM 56 decidiu estrategicamente adotar e manter um sistema de gestão da qualidade (SGQ). O modelo baseia-se na gestão por processos, com o gerenciamento baseado em evidências. A abordagem de processo tem por finalidade melhorar a eficácia e a eficiência da organização na obtenção dos objetivos por ela definidos.

O LIM 56 investe recursos financeiros, humanos e materiais para que as Boas Práticas de Laboratório Clínico, bem como as Práticas Seguras no trabalho sejam aplicadas na rotina do laboratório. Algumas das linhas de pesquisa neste Laboratório são desenvolvidas em colaboração com importantes laboratórios de pesquisa internacionais, como os dos Profs. Michael Kirschfink (Universidade de Heidelberg, Alemanha), Marco Ciccardi (Universidade de Milão, Itália), Jens Jensenius (da Universidade de Aarhus, Dinamarca), Jean Laurent Casanova (Universidade René Descartes / Necker, Paris, França), Bodo Grimbacher (Universidade de Freiburg, Alemanha) , Ernesto Torres de Azevedo Marques Jr. (Johns Hopkins University, EUA), Philip J Norris (Blood System Research Institute, San Francisco, California, EUA), Ihid Carneiro (Universidade da California Davis, EUA) e Helene Dutrarte (Universidade de Lyon, França).